Dia-a-dia, semana-a-semana, a evolução, o crescer, o antes e o depois, as imagens, os avanços e os tropeções...
Sábado, 06 de Junho de 2009

A rúcula e a chicória, parecem muito apertadinhas... Mais um daqueles casos em que as sementes foram lançadas indiscriminadamente, sem ter a noção de que ao crescer, as plantas precisam de espaço... Vai daí, a menina da cidade resolve pôr as mão na terra e toca de arrancar junça, e ao mesmo tempo tentar aligeirar um pouco os talhos reservados a ambas as verduras. Na rúcula não fiz grande coisa além de limpar os verdes e retirar um belo pedaço do que quer que lá estivesse em conjunto com a rúcula que, pobrezinha, estava raquítica e possuída pelas ervas más.

 

 

Já na chicória, o caso foi diferente. Não sei se por maior paciência se por maior facilidade, limpei o canteiro e colhi uns pés a pensar no almoço, cuja hora se aproximava...

 

 

 

Os ingredientes:

  • Chicória acabada de apanhar
  • Alfaces
  • Cenoura
  • Espargos Brancos
  • Atum com cebola e coentros acabados de apanhar

 

 

O Tempero: Pesto feito com azeite e vinagre balsâmico, frutos secos (amendoim, pinhão e nozes), e coentros e hortelã acabados de colher...

 

 

Para acompanhar: Evel Reserva 2003 Tinto, e uma bela tarde de sol na varando, com a cadeira de baloiço a convidar...

 

 

Este fim-de-semana, o amigo sol não está tão simpático e acolhedor... mas outras oportunidades surgirão concerteza!!!

publicado por Menina da Cidade às 11:02
Hoje é dia de:

Domingo, 26 de Abril de 2009

Há vida que brota por entre cada grão de terra... Antes da chuvada de ontem já se notavam pequenos tufos verdes, mas haverá melhor água que aquela que cai do céu???

 

 

As pequenas alfaces roxas empinadinhas ou melhor, tesas que nem um carapau. Aquilo que será rúcula, é agora um imenso tufo de piquenas folhas verdes, e até aquilo que será chicória já fura a terra...

 

 

 Lá mais ao canto, no espaço da erva de gato, já há pequenas lombriguinhas verdes a querer chegar ao céu... E a toda a volta, onde foram colocadas sementes de flores silvestres também já se notam minúsculas folhinhas verdes a furar a terra.

 

 

Ontem fui a um workshop de ervas aromáticas. "As aromáticas na cidade" deu o mote a mais de 1h30 de conversa com uma jardineiro experiente, documentado e conhecedor. Com um imenso instinto, deu forma a um saber adquirido e consolidado ao longo de vários anos e ali esteve, a partilhar um pouco do seu saber com meia dúzia de gatos pingados. Apaixonei-me por um vasinho de tomilho-limão, que será plantado no cantinho das alfaces, onde uma delas não pegou...

publicado por Menina da Cidade às 15:10
Hoje é dia de:


Mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Arquivos
links